Seguidores

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

A bíblia não diz nada que o fim do mundo vai acontecer em Dezembro de 2012!

 

Fim do mundo em Dezembro? Segundo a bíblia não!

Por Daniel Dourado.
Mal o ano de 2012 havia começado e já tinha se instalado certo murmúrio a cerca desse novo ano, conversas referentes a este ano ser o ultimo da raça humana sobre a terra. Tudo devido ao fato de alguma civilização antiga ter o encerramento dos ciclos de seus calendários marcado para a data 21 de dezembro de 2012. Esse seria o inicio de uma nova era, que abrange tanto o planeta Terra como os seres humanos que nele habitam. Como eu sei que não são só evangélicos acessam o nosso blog, eu quero deixar aqui a visão Bíblica do fim dos tempos, como a Bíblia trata do assunto.


Podemos começar essa breve e sucinta explicação, já que se trata de um assunto muito abrangente através da profecia que foi entregue a Daniel no Capítulo 9. 24 a 27, conhecida como a profecia das 70 semanas que diz: “Setenta semanas estão determinadas sobre o teu povo, e sobre a tua santa cidade, para cessar a transgressão, e para dar fim aos pecados, e para expiar a iniquidade, e trazer a justiça eterna, e selar a visão e a profecia, e para ungir o Santíssimo. Sabe e entende: desde a saída da ordem para restaurar, e para edificar a Jerusalém, até ao Messias, o Príncipe, haverá sete semanas, e sessenta e duas semanas; as ruas e o muro se reedificarão, mas em tempos angustiosos. E depois das sessenta e duas semanas será cortado o Messias, mas não para si mesmo; e o povo do príncipe, que há de vir, destruirá a cidade e o santuário, e o seu fim será com uma inundação; e até ao fim haverá guerra; estão determinadas as assolações. E ele firmará aliança com muitos por uma semana; e na metade da semana fará cessar o sacrifício e a oblação; e sobre a asa das abominações virá o assolador, e isso até à consumação; e o que está determinado será derramado sobre o assolador”.

No começo da historia vemos Deus fazendo um pacto com Abraão e escolhendo através deste homem uma nação para si, os judeus. Quando chegou o ano de 587 a.C. o rei Nabucodonor invadiu e destruiu Jerusalém e levou cativo o povo Judeu para a Babilônia, aproximadamente 70 anos depois vemos Daniel orando e buscando a Deus, pois havia uma promessa de que o cativeiro de seu povo duraria 70 anos, foi quando ao buscar a resposta, Deus enviou um anjo e fez saber a Daniel o que Deus tinha preparado para o futuro daquela nação Judaica, e que consequentemente atingiria a todo o mundo.

Para começarmos a entender essa profecia tão profunda, é necessário estar claro que essas 70 semanas (a palavra traduzida por semana nesse caso refere-se a uma unidade numérica que representa 7 anos) a que se refere o texto trata-se de períodos de anos, cada semana representa 7 anos tendo assim um período de 490 anos. Como podemos ver no texto esse período esta dividido em três partes, as primeiras sete semanas (49 anos) diz respeito ao período da reconstrução de Jerusalém, mas especificamente dos seus muros por Neemias que teve inicio por volta de 457 A.C.  As próximas 62 semanas (434 anos) seguem até a morte do Messias: “Sabe e entende: desde a saída da ordem para restaurar, e para edificar a Jerusalém, até ao Messias, o Príncipe, haverá sete semanas, e sessenta e duas semanas; as ruas e o muro se reedificarão, mas em tempos angustiosos” (Versículo 25). Nota-se que a partir dai há uma pausa na decorrência dessas 70 semanas, 69 foram passadas, resta uma, é nesse ponto que entra o período da Igreja na terra. Desde a morte do Senhor Jesus, até que Ela venha buscar a sua Igreja, no evento aguardado que chamamos de arrebatamento.

Em 1 Tessalonicenses 4. 13 a 18 o apóstolo Paulo nos fala sobre o arrebatamento, em um momento tão rápido quanto um piscar de olhos, num dia que não se sabe e nem se pode prever, como o próprio Jesus nos disse em Mateus 24. 36. Nesse dia o Senhor Jesus virá com alarido e voz de arcanjo, e os que morreram em Cristo (confessando o Senhor Jesus, como Senhor e salvador de suas vidas) ressuscitarão primeiro, e depois nós os que estivermos seguindo a Cristo e estivermos ainda vivos nessa terra seremos arrebatados juntamente com Ele nas nuvens.

Esse ato do arrebatamento marcará o início da sétima e ultima semana de que se trata a profecia de Daniel, são os últimos sete anos em que o Senhor tratará diretamente com o seu povo Israel. Nesse período os primeiros 1260 dias (três anos e meio, ou ainda metade de uma semana) será um período de falsa paz mundial, e é o momento em que o anticristo começará a exercer o seu domínio politico sobre a terra. Esse personagem será tratado pelo povo Judeu como o Cristo que haveria de vir (já que os mesmos não consideram a Jesus como tal), e este personagem irá governar o mundo. Os judeus só irão perceber o erro dessa interpretação quando o anticristo profanar o templo de Jerusalém (que será reconstruído na primeira metade dessa semana profética), Quando isso acontecer os Judeus se voltarão a Deus e haverá uma guerra declarada nas ultima parte 70º semana entre os seguidores do líder mundial e os Judeus, sendo que no fim dessa guerra e no fim desta última semana o Senhor Jesus aparecerá na terra de forma gloriosa para derrotar os exércitos do anticristo e aprisionar Satanás por um período de mil anos. O Senhor e Salvador reinará a terra durante esse milênio, depois desse período Satanás será solto para ser derrotado e lançado no lago de fogo eternamente.
  
O que mais conta nesse momento e o que eu desejo passar com esse texto é que temos que confiar em Cristo, temos que ter fé em Deus, e não nos deixar mover por especulações, estarmos firmados na rocha que é Jesus Cristo de Nazaré. Devemos ter a certeza que se o Senhor vier nos buscar hoje, estamos pronto para irmos ao Céu participar das bodas do Cordeiro. Que possamos estar prontos e firmes nessa promessa fiel e verdadeira de Cristo que diz: “Na casa de meu Pai há muitas moradas; se não fosse assim, eu vo-lo teria dito. Vou preparar-vos lugar. E quando eu for, e vos preparar lugar, virei outra vez, e vos levarei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também” (João 14. 2 e 3).

Na fé e em Cristo.



Daniel Dourado é diácono da Assembleia de Deus em São José do Rio Preto e engenheiro agrônomo.
e-mail:
agronomo_dourado@hotmail.com

Extraído de: http://sementesdoevangelho.blogspot.com/2012/01/fim-do-mundo-em-dezembro-segundo-biblia.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário